O segredo da nova TV LG Signature OLED W7…

O segredo da nova TV LG Signature OLED W7…

O novo televisor LG OLED W7 é o modelo mais inovador da OLED TV 4K que a marca apresentou hoje na sua sede em Oeiras, evento em que a Gadget teve o prazer de estar presente. E este LG Signature OLED W7 foi mesmo considerado o televisor mais inovador no CES deste ano, sendo que agora chega a Portugal em “grande forma”, isso é certo.

E principalmente porque o ecrã – em 65 ou 77 polegadas – que lhe serve de base tem uma espessura de apenas 3,85 mm, isto graças à tecnologia OLED, a única que não recorre a um painel de cristais líquidos (LCD) e à respetiva fonte de luz transversal a todo o painel. Em vez disso, cada pixel tem a sua própria luz e pode ser controlado individualmente, fazendo com que seja possível recriar tons de “preto perfeito”, diz a marca, completamente a zero em cada um dos espectros RGB.

 

Assim, este W7 apresenta um design fora do normal, em que uma base de fixação magnética permite instalar o televisor na parede. O ecrã está ligado através de um cabo tipo fita à base, que é também um sistema de som com dois altifalantes que se elevam e recolhem quando o equipamento é ligado e desligado.

Por falar em som, a LG afirma que este é o primeiro televisor a estar equipado com a tecnologia de som Dolby Atmos a 360 graus, até agora possível de encontrar apenas em algumas salas de cinema. Por outro lado, este e os restantes televisores da gama OLED 4K da marca – os 77/65W7, 65G7, 65/55E7, 65/55C7 e 65/55B7 – incluem a ersão 3.5 da plataforma webOS, perfeitamente em sintonia com o Magic Remote, diz a LG, e também suportam o sistema Active HDR da marca, bem como os outros formatos HDR disponíveis no mercado, nomeadamente o HDR10 e o HLG (Hybrid Log Gamma).

O segredo do LG Signature OLED W7…

A tecnologia que mais se destaca nesta dispendiosa da novidade da LG (8.469 euros para o modelo de 65 polegadas e 19.999 euros para a versão de 77 polegadas!) é mesmo o sistema Dolby Vision integrado, outra tecnologia que está normalmente presente apenas em salas de cinema selecionadas. Segundo a marca, este sistema “oferece melhor luminosidade e contraste, bem como uma palete de cores mais rica”. E foi certamente possível confirmar esta situação na apresentação do W7… Resta agora esperar pela disponibilidade de conteúdos compatíveis com esta “norma”, por assim dizer, apesar de o serviço Netflix disponibilizar já algumas séries e filmes produzidos com Dolby Vision.

 

Por fim, alguns dados de mercado referentes ao desempenho da marca em 2016: a LG cresceu cerca de 8% no segmento de TV em geral, face a um crescimento de apenas 4% do mercado em Portugal. No segmento do 4K, contudo, a marca registou uma subida de 142% de 2015 para 2016, crescimento que é ainda mais vincado no OLED (184%).

Artigos relacionados

4 novidades TP-Link para uma casa mais inteligente

A TP-Link apresentou durante o Mobile World Congress, em Barcelona, os novos equipamentos que vão fazer parte da família de produtos Smart Home.

Revista Gadget #106 já nas bancas – Especial televisões 4K para vibrar com o Mundial e os melhores smartphones abaixo de 400 euros

Já está nas bancas a edição #106 da Gadget, com um especial televisões e conteúdos 4K a pensar no Mundial e com destaque para os melhores smartphones abaixo de 400 euros!

Polaroid OneStep 2, o regresso de um clássico | COM VÍDEO

A icónica instantânea da marca, lançada pela primeira vez em 1977, recebeu agora um update com a Polaroid OneStep 2, num design que reúne o estilo retro de antes com elementos contemporâneos.