Gadget do dia: Scrooser, a “mistura” entre uma “acelera” elétrica e uma trotinete?

Gadget do dia: Scrooser, a “mistura” entre uma “acelera” elétrica e uma trotinete?

Já chegou a Portugal a Scrooser, um veículo elétrico que se revela tão apelativo a nível de design como de utilização, pelo que conseguimos constatar durante os momentos em que a experimentámos este fim de semana, no Fastival Bike 2016, em Santarém.

Parece uma moto tipo scooter, parece também uma daquelas trotinetes impulsionadas estilo patim, e, no fundo, uma das formas de movimentar a Scrooser é mesma essa: dar impulso com um pé, sendo que o motor elétrico 500 W faz o resto, sendo possível ir até aos 25 km em estradas normais.

Nesse tipo de utilização não é necessário ter carta de condução e é recomendado o uso de capacete, como seria de esperar. São quatro os modos de condução disponíveis, com a garantia de que não são libertadas emissões para o meio ambiente.

Pode rodar o punho do lado direito como se fosse uma “acelera”, pode também optar por viajar sentado ou em pé tipo trotinete. A autonomia, essa, é de até 55 km entre recargas da bateria, que está instalada debaixo do apoio para os pés. Os travões de disco à frente e atrás são accionados através de uma manete no punho esquerdo e de um pedal junto ao assento.

Este gadget surgiu na sequência de uma campanha de crowdfunding totalmente financiada e os preços começam nos 4.650 euros. Conheça mais pormenores na próxima edição da Gadget, nas bancas a partir do dia 20 de outubro, e no vídeo abaixo.

Artigos relacionados

IFA 2017: gama Pet Care da Pawbo com novos ‘gadgets’

São três as grandes novidades da nova gama Pet Care da Pawbo: o tracker iPuppyGo, a coleira WagTag e o dispensador de guloseimas inteligente Munch.

Bestop 54133-35 RoughRider

Aproveita o espaço Um gadget muito útil para utilizar a roda de substituição de um 4×4 para o armazenamento de objetos. Esta capa é compatível com rodas entre 30 e

Nokia 6: já chegou o primeiro smartphone Android da Nokia

Este regresso ao mercado da Nokia será feito apenas na China, por enquanto, devido a uma “importante estratégia e marketing”, chegando ao país durante o primeiro trimestre deste ano.