Black Friday: 15 dicas para ser bem-sucedido nas compras!

Black Friday: 15 dicas para ser bem-sucedido nas compras!

A Black Friday 2018 está próxima, celebrando-se mais concretamente no dia 23 de novembro. Enquanto angaria dinheiro para “aquela” compra tão desejada, deixamos aqui algumas dicas para ter êxito no meio da confusão.

1. Lista de compras
Os especialistas em sociologia e consumo recomendam que, em época de saldos – como é este caso –, os mais racionais criem uma lista de potenciais produtos que desejem comprar e atribuam um orçamento máximo para cada um. Mas falamos de tecnologia e gadgets, onde o factor “capricho” desempenha um papel fundamental.

2. Newsletters das lojas online
Subscrevê-las semanas antes da Black Friday é uma excelente forma de ficar a par tanto das ofertas, como do que está a ser preparado.

 3. A semana da Black Friday
O dia grande é na sexta-feira, mas muitas lojas online e físicas lançam as suas promoções, ofertas e saldos inclusive a partir da segunda-feira anterior até ao domingo posterior.

 4. Não se armem em Rambo…!
Parece uma tolice, mas em época de saldos aumentam as visitas aos centros de saúde e hospitais por quedas, escorregões e, até, agressões nas lojas físicas. Fazer compras da maneira mais tranquila e civilizada do objeto de desejo é a melhor forma de desfrutar de um dia no qual podem poupar uma grande quantia. Quanto às lojas online, também não desesperem, pois costumam ter stocks de sobra.

 5. Um produto concreto
Muitas vezes, o preço de modelos antigos de um mesmo produto ou de menores prestações é reduzido. Um exemplo são as consolas de videojogos. Pesem sempre os prós e contras, a fim de satisfazerem realmente as vossas necessidades.

6. Atenção aos falsos saldos!
Infelizmente, é prática demasiado habitual que os preços “engordem” de repente nos dias prévios à Black Friday. Se tiverem a sensação de que o que vão comprar não era tão caro antes, não arrisquem: algumas lojas fazem crer que a poupança é maior do que realmente é.

7. Comparem preços finais
Ainda relacionado com o ponto anterior, se têm em vista um produto em concreto, propomos que o localizem muitos antes em várias páginas web ou lojas físicas pelo seu preço “normal”. No dia da Black Friday voltem a consultá-lo e decidam ou não pela compra. A ânsia e a preguiça são más conselheiras. E muito importante: analisem bem o preço final real, do qual falamos no ponto seguinte.

8. Sem abusos nos portes de envio
Comprar pela Internet acarreta pagar portes de envio, embora algumas lojas o suprimam se pagarmos um determinado valor total. Assegurem-se de que estes gastos de envio não são despropositados, já que tem acontecido a prática de compensar os saldos com um aumento noutro lado…

9. Apenas em páginas web e lojas de confiança
É fundamental! Grande parte das desilusões na Black Friday tem origem em compras por páginas web cujo único propósito é “sacar” dinheiro. E o produto…. Nada de nada.

10. Pagamento com reembolso assegurado
Independentemente do que decidirem no ponto anterior, todos os meios de pagamento eletrónico (cartões de crédito ou débito, Paypal, etc.) têm associado, por defeito ou como extra pagando uma pequena comissão, um seguro nas compras online que, no caso de não receberem o produto, vos reembolsa o dinheiro.

11. Nunca tragam o produto do expositor ou montra
Nem na Black Friday, nem nos saldos de janeiro, nem nunca… Tenham em conta que o produto exposto numa loja física nunca será novo, já que pode ter sido sujeito a diversas manipulações e/ou testes. Pagarão como novo um objeto que será de segunda mão, algo totalmente desaconselhável.

12. Se comprarem online, assegurem-se de que o domínio é seguro
Todos nós ficamos receosos quando temos de introduzir os dados dos nossos cartões bancários na web. Para que façam as vossas compras com maior tranquilidade, assegurem-se de que o domínio web começa com as letras “https”; esse “s”, juntamente com o cadeado verde que surge a seu lado, é indicador de que a página é segura.

13. Cuidado com os packs
Muita atenção às ofertas que englobam um segundo produto por um pouco mais de dinheiro. Se esse pack não existia antes, provavelmente estão a tentar que levem um produto de stock que sobre ou algo semelhante. Uma prática que, infelizmente, é cada vez mais habitual em lojas de eletrónica.

14. Prazo de envio
Comprovem o período de envio do produto. E dizemo-lo por experiência: um produto da Black Friday 2017 chegou-nos a 15 de janeiro do ano seguinte; não foi um engano, mas simplesmente não lemos as letras pequenas. Fica à vossa decisão se a redução de preço merece a espera.

15. Tempo de garantia do produto
Por lei, todos os produtos vendidos em Portugal têm um período mínimo de garantia de dois anos. Se este não gozar dessa premissa, desconfiem. Outra questão é que a responsabilidade desses dois anos recaia 50% no distribuidor (a loja) e 50% no fabricante (a marca), assumindo cada um ano. Caso assim seja, passado o primeiro ano, a loja deve agir como intermediária se apresentarem o talão de compra, mesmo que esta já não seja a responsável por assumir a garantia.

E se não ficarem satisfeitos com a compra…

Devoluções
Assegurem-se que, independentemente de terem comprado numa loja online ou física, poderão devolver o produto se este não vos satisfizer e indicando quais as razões. Em alguns sítios não é permitida a devolução; noutros, as condições de devolução são um “bicho de sete cabeças”.

Guardem sempre os talões de compra
No seguimento do ponto anterior, guardar os talões é a regra de ouro não só na Black Friday, como sempre que façam uma compra. Perante qualquer troca ou devolução que queiram fazer, ser-vos-á pedido esse mesmo talão e sem este pouco poderão fazer. Numa loja física é relativamente simples reavê-lo; se comprarem online, é recomendável imprimi-lo, pois os dados virtuais podem misteriosamente desaparecer com o vento…

Artigos relacionados

Potty Piano

Toca! Como nunca se sabe quando chegará a inspiração, este tapete de casa de banho é um teclado com treze notas que convida a criar peças musicais com os pés

Reversível

O Alcatel OneTouch Idol 3 está disponível em duas alternativas, com ecrãs de 4,7 e de 5,5 polegadas. Partilham 4G, Android personalizado e uma reprodução de áudio de origem JBL.

AER: atire a sua GoPro ao ar e veja o resultado!

Quer desesperadamente fazer fotos e vídeos aéreos, mas não tem um drone? Fácil: chegou o AER, um gadget que permite colocar no interior a sua actioncam e atirá-la ao ar de forma muito especial.